sexta-feira, 30 de Maio de 2008

Fim de semana no Gerês

Como parte do nosso trabalho, queremos deixar aqui disponível um Guia para um Fim de Semana no Gerês, bem como alguns folhetos.

Guia Turístico

Folheto 1

Folheto 2

segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Parque Nacional da Peneda - Gerês

O Parque Nacional da Peneda - Gerês, é de uma enorme riqueza cultural e paisagística. Pelo Gerês existem velhas casas senhorias, torres e pontes medievais onde cada coisa tem uma história para contar; os templos de vários estilos e as romarias. Encontra-se muita tradição assim como uma maravilhosa gastronomia.
O parque nacional da Peneda - Geres foi criado em 1971 sendo a única área protegida do país com este enorme estatuto.
O seu coberto vegetal é rico e diversificado desde os matos, pinhais, carvalhais, bosques, ribeiras e pastagens.

Existem Jogos dinâmicos diversos jogos de dinâmica de grupo como os de cordas, rappel e slide, paintball, aos tradicionais jogos portugueses como a malha, o jogo do vinho, entre outros.

Sugestões de Locais a visitar:
- Museu Etnográfico
- São João do Campo
- Os planaltos da mouradela e de Castro Laboeiro
- Castelo Laboeiro e Castelo Lindoso como a Geira Romana
- Castelo de sta. Cruz
- Leonte
- Vale de Vilarinho ( onde se encontra a aldeia submersa)
- Ascensão da Fenda de Calsedónia
- Caniçadas
- Serra do Laboeiro da Peneda
- Cascatas do Tahiti
- Igreja de São Rosendo
- Capela do Anjo da guarda
- Capela de São João da Fraga
- Aldeia do Soajo ( conhecida pela colecção de espigueiros)
- Geira Romana


Roteiro Radical

O Roteiro Radical consiste na procura de várias
actividades desportivas, como também da adrenalina.
Através dos roteiros radicais pode ficar a conhecer locais naturais,
culturais entre muitos outros tipos de uma formas bastante diferente, mais
animada e divertida, assim podes praticar desporto e conhecer o mundo que te rodeia.
Se procuras todo o tipo de actividades desportivas
vêm conhecer o Gerês e os desportos que podes praticar.
O Gerês esta repleto de espaços maravilhosos e interessantes para explorar, poderás faze-lo através de passeios pedestres que poderão também ser bastante animados, vem conhecer e divertir-te na exploração deste maravilhoso local cheio de etapas desportivas em que poderás participar e aprender sempre algo mais.
Existem diversos jogos de dinâmica de grupo como os de cordas, rappel ,slide, paintball, aos tradicionais jogos portugueses como a malha, o jogo do vinho, entre outros.


Damos como exemplo:

Rafing ; Canoagem ; B.T.T ; Ski Aquático ; Rappel ; Bungee Jumping ;Orientação ; Skate


Algumas sugestões de locais para praticar
actividades desportivas:

- Aldeia de São João do Campo; (ex. passeios pedestres)
- Caniçadas; (ex. canoagem)
- Rio Arado e Pedra Bela; (ex. ski aquático)
- Mata de Albergaria; (ex.bt.t; passeios pedestres; orientação)
- As cascatas de Tahiti; (ex. Rafting)
- Barragem da Paradela; (ex. ski aquático)
- Barragem de vilarinho; (ex. rappel)
- Vale de vilarinho; (ex. b.t.t)
- Vale do rio Homem ; (ex. Rafting)
- Cascata de Vilarinho ; (ex. escalada)
- Serra Amarela; (ex. bungee jumping)
- Ascensão da Fenda de Calcedónia; (ex. b.t.t; paintball; rappel)

Roteiro Natural

O roteiro Natural é um roteiro que vos dá a conhecer maneiras únicas de lazer onde se pode apreciar a natureza no seu estado mais puro! Podemos ver fauna e flora e conviver com eles e ter o prazer de vê-los no seu habitat...É uma experiência única!
  • Mata de Albergaria

A Mata da Albergaria é un bosque bastante importante no PNPG (Parque Nacional da Peneda-Gerês), não só pela diversa variedade de fauna e flora mas também pelos vestígios romanos lá existentes como é o caso da Via Romana em Geira. Os efeitos nocivos foram-se tornando visiveis graças a presença excessiva do ser humano no tempo de Verão. Contudo tudo isso não impediu que fosse classificado pelo concelho da Europa, como uma das Reservas Biogenéticas do Continente Europeu.

O PNPG tem por missôes assegurar do património. Foram criadas normas para carros, para o melhor funcionamento do Parque.

Algumas delas são:

· A velocidade máxima de circulação é de 40km/h

· É proibido o estacionamento de quaisquer veículos, excepto os do PNPG.

· Durante os dias uteis será autorizada a circulação de viaturas na reserva, desde de que o excesso de tráfego o justifique.

· É interdito o trânsito de veículos pesados de mercadorias e de passageiros, excepto quando disponham de lotação não superior a 25 lugares ou de lotação compreendida entre os 25 e os 40 lugares.

Para além destas normas que devem ser respeitadas, não nos podemos esquecer das condutas que devemos ter em locais protegidos.


  • Vilarinho das furnas

A barragem de vilarinho de furnas situa-se partindo das Caldas do Gerês em direcção a Barragem da Caniçada. Siga em direcção a S.Bento de Porta Aberta e continue até ao Campo do Gerês. Siga as indicações até à Barragem de Vilarinho das Furnas. Desfrute desta magnífica paisagem. Se quiser ver o resto, aconselho a meter-se numa moto ou numa bicicleta, pois é o meio mais fácil, pois o terreno é bastante acidentado.


  • “Torneros”- A Banheira de Água quente

Partindo das Caldas do Gerês em direcção à fronteira de Portela do Homem. Ao fim de 3km encontrará uma bela cascata onde pode tirar algumas fotos. Siga até à fronteira e atravesse-a sem problemas. Siga a estrada e ao fim de mais 3km encontrará ao seu lado esquerdo marcos milenares e uma antiga estrada romana. Siga até encontrar Torneros. Atravesse a ponte e vir a direita, e ai vai encontrar uma banheira de água quente que se mistura com o rio.

  • As “Cascatas de Tahiti”


Este é um dos locais com paisagem mais bela do Gerês.

O caminho é feito pela estrada que liga “Vilar da Veiga” até “Ermida” por alcatrão como se fosse para a cascata do Rio Arado. Após andar sensivelmente 5km, vai encontrar um entroncamento à sua direita com uma placa florestal a indicar “Cabril”. Vire à direita e siga por esse caminho. Ao chegar ao PNPG começe a sua caminhada a pé onde encontrará belas lagoas pra se refrescar.

Se não tiver vertingens continue a sua caminhada até encontrar uma lagoa rodeada de areia e poderá observar uma das mais belas e maiores cascatas do Gerês.

  • Ponte da Misarela


Esta ponte conta uma história lendária: diz-se que quando uma mulher está grávida, no final da gravidez à meia noite, devia de aproximar-se da ponte e esperar por uma pessoa que lá passa-se no dia seguinte, e pedia-lhe que batiza-se o seu filho para que assim nascesse de boa saúde e perfeito. Se fosse menino teria o nome de Gervásio, caso contrário teria o nome de Senhorinha.


  • Flora

Os Bosques do PNPG podem ser divididos em dois! Em Bosque de Carvalho de Alvarinho e Bosque de Carvalho – negral. O Bosque de carvalho de alvarinho, encontra-se em baixas altitudes e em vales quentes, daí existirem espécies de árvores que se adoptem a esta altitude e clima, como é o exemplo dos carvalhos de alvarinho, gilbardeira; medronheiro; azereiro; entre outros.

Já o Bosque de carvalho – negral, encontra-se no cimo da montanha, onde a altitude é superior e logicamente o clima é mais frio.

Podemos observar neste bosque, árvores como o carvalho – negral, mirtilho; azevinho; pinheiro; entre outros.

  • Fauna

No PNPG, por ser um sítio protegido, alberga variadíssimas espécies de seres vivos, muitos dos quais raros. Alguns destes animais são: O Garrano (cavalo de porte pequeno); o javali; raposa; gato-bravo; entre outros.

As espécies que tém vindo a desaparecer são: os lobos e o corso, mais o lobo, devido ao facto de ser perseguido pelo homem, pois o lobo é considerado um a ameaça ao gado.

Outra espécie que também existe nesta zona, e infelizmente tem vindo a desaparecer a pouco e pouco, é a vaca cachena e o boi barrosão, devido à agricultura ter vindo ao longo do tempo evoluíndo e adquirindo novas técnologias.

O boi Barrosão é muito apreciado pela sua boa qualidade de carne e é um animal de grande porte ao contrário da vaca cachalena que é dos mais pequenas do mundo.

Relativamente às aves, o PNPG tem várias representações como a águia-real (embora esteja em vias de extinção e a coruja. Nos répteis predominam a cobra-d´agua; lagarto d’agua; salamandra-lusitânica e a víbora que apenas se restringe às zonas do parque.


«Cavalos Selvagens no seu habitat natural - Serra do Gerês»

Roteiro Cultural

Este Roteiro Cultural tem como ideia dar-vos a conhecer a cultura e tradições presentes no Gerês. E este “post” dedica-se, especialmente, em aspectos artesanais e gastronómicos.

  • Artesanato

O artesanato do Gerês nasce da matéria-prima com a qual se fazem brinquedos, tabuleiros, barcos, etc.

São pintados com cores fortes e rercordam a infância dos mais antigos.

Devido ao facto de estarem isoladas, as povoações serranas, tinham de conseguir ultrapassar todas as necessidades, recorrendo-se então das formas artesanais, que fizeram e fazem parte do meio rural.

  • Cestaria


Foi uma actividade tradicional que foi implantada nesta região, pois sustentava inúmeras famílias que tinham baixo rendimento.

A sua técnica é feita com colagem e são feitas de madeiras de mimosa, salgueiro; carvalho; entre outras.

O cesteiro era um homem que fazia cestos, satisfazendo as tarefas agrícolas e quotidianas.

Hoje em dia para além desta forma de artesanato estar a desaparecer por causa da concorrência dos plásticos, estas peças já não têm a função que tinham antigamente. Hoje em dia têm uma função meramente decorativa.

  • Tecelagem em linho e lã


A tecelagem em linho conhecida por tecelagem tradicional, utilizam um tear manual, enquanto a tecelagem em lã é confecionada da mesma maneira (manual) mas com lã.

  • Tamancaria


“Tamancos” ou “Chancas” era o calçado utilizado pelas pessoas rurais na zona do Minho.

Os Tamancos podem ser abertos ou fechados, e hoje em dia são raramente utilizados. Costumamos vê-los em elementos dos ranchos ou como função decorativa. Exemplos disso são os tamancos em miniatura.

  • Bordados


Os bordados são uma actividade utilizada em matérias já produzidas ou em produção. São meros elementos decorativos que se podem colocar em acabamentos de tecido.

  • Rocas

As rocas eram utilizadas antigamente para a fabricação de linho. Hoje em dia são meros elementos decorativos.


  • Gastronomia

É diferenciada por cada zona do PNPG, mas basea-se em sortido de carnes e enchidos. As zonas em questão são Castro Laboreiro; Soajo/Amarelo; Barroso, e as comidas que podem experimentar são:

· Carne de cabrito

· Bifes de presunto

· Enchidos

· Papas de sarrabulho

· Rojões

· Cozido a moda do Barroso

· Vitela estufada no pote

· Bucho Doce

· Rebuçados dos Arcos

· Trutas recheadas


  • Monumentos


O Santuário do Bom Jesus do Monte ou Bom jesus de Braga data do período do neoclássico e data do séc. XVIII.

Santa Maria de Bouro data do séc. XI / XII

Santuário da Nossa Senhora da Abadia data do séc.XVIII, e foi construída sobre uma antiga capela romana.

Mosteiro de Santa Maria de Júnias data do inicio do séc. XX e situa-se no concelho de Montealegre.

O Santuário de S. Bento de Porta Aberta data do séc. XV, e é uma paragem obrigatória para quem passa por estes lados.



«Exemplo de bordados tradicionais da região do Gerês»

domingo, 25 de Maio de 2008

Roteiro Termal

As Caldas do Gerês situam-se num vale frondoso entre lagos e montanhas bem no coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês, reserva ecológica com 70000 hectares de paisagens deslumbrantes onde a fauna e flora se juntam à arqueologia, ao folclore, ao artesanato e à rica gastronomia local.

Image Hosted by ImageShack.us
Imagem das Termas do Gerês

As referências remontam à época dos Romanos mas apenas no ìnicio do século XVIII é construido o primeiro Estabelecimento Termal. O actual, recentemente remodelado, está dotado das mais modernas técnicas termais.

As Caldas do Gerês ocupam actualmente um dos lugares cimeiros na escala de frequência das Estâncias Termais Portuguesas, graças aos investimentos significativos que tem vindo a efectuar nas suas instalações e à preocupação constante no seu melhoramento, apostando na continuidade de liderança do sector em Portugal.

As Termas do Gerês convidam-nos a conhecer o Novo Spa Gerês
com Piscina Dinâmica, Ginásio, Duche Cuba, Bitérmico 3 essências, Blue de Pulverização e outras novidades.

Programas: Bem-estar Termal; Beleza e Relaxamento; Tonificante/Corpo em Forma; Emagrecimento/Anti-celulite e Semana Saudável – Emagrecimento e Desintoxicação (de 2 a 13 noites, a partir de 90.25€).

Características da àgua:

As águas Medicinais do Gerês classificam-se como hipertermais, fluoretadas, bicarbonatadas, sódicas, hipossalinas, líticas e siliciosas, sendo as mais fluoretadas de Portugal e da Europa.

As àguas do Gerês estão especialmente indicadas para o tratamento de doenças do:

- Fígado
- Vesícula Biliar
- Hipertensão Arterial
- Diabetes
- Gota
- Obesidade
- Cálculos Renais e Biliares

Técnicas Termais:

Ingestão de Água:
Técnica que consiste na ingestão de água, que alia as quantidades e as propriedades físico-químicas da água termal.

Gargarejos:
Técnica que consiste no gargarejar da água termal, tirando partido dos componentes fisíco-químicos da água termal.

Duches Nasais (irrigações):
Técnica termal. Realizada com a ajuda de uma oliva, e permite um contacto prolongado da mucosa com a água termal. Consiste na passagem de água termal, de uma fossa nasal para outra, assegurando assim a limpeza das fossas nasais.

A água termal utilizada e adicionado 8/9gr de sal por litro, tornando-a com isso numa solução bem tolerada pelo Termalista.

Image Hosted by ImageShack.us
Imagem dos vários tratamentos às vias respiratórias

Pulverização:
Técnica termal, realizada com a ajuda de um bocal, e que consiste na projecção de água termal, em pequenas gotas, na boca, massajando a faringe, e preparando o Termalista para as nebulizações e aerossóis.

Nebulização:
Técnica termal, realizada com a ajuda de uma máscara, em que o Termalista inala uma nuvem de água termal, em pequenas gotas, assegurando assim uma acção sobre a mucosa da faringe/laringe.

Nebulização com Broncodilatador:
Técnica clínica, utilizada nalguns casos em particular, possibilitando uma dilatação do perímetro brônquico para que se possa aplicar o aerossol. É realizada num nebulizador portátil e com a ajuda de uma máscara, onde é feita uma nebulização de soro fisiológico com broncodilatador, sendo produzida uma nuvem de pequenas partículas inferiores a 5 microns, o que a torna melhor absorvida pelo Termalista.

Aerossol:
Técnica termal, realizada com a ajuda de uma máscara, em que as partículas da água tem dimensão inferior a 5 microns, permitindo uma penetração brônquica da água termal.

Aerossol Sónico:
Técnica termal, realizada com a juda de uma máscara, em que as partículas da água tem dimensão inferior a 5 microns e onde é imprimida uma vibração às partículas de ar/água, de modo a que penetrem mais fundo nas vias respiratórias, aumentando a eficácia do tratamento

Emanatório:
Permite ao Termalista realização de uma nebulização, confortávelmente, numa câmara onde as partículas resultam da projeccção de água termal, a grande velocidade sobre as paredes da câmara.

Drenagem de Pröetz:
Técnica termal, realizada com uma ajuda de uma pipeta, e que permite um contacto prolongado da mucosa com água termal. Consiste no enchimento dos seios perinasais om a água termal e posterior aspiração assistida pelo equipamento. À água termal é adicionado 8/9gr de sal por litro, tornando assim uma solução isotónica mais aproximada de soro fisiológico e bem tolerada pelo Termalsita, asegurando a limpeza dos seios perinasais, frontais, etmodais e maxilares.

Outras técnicas médicas utilizadas pelo corpo clínico:

Insuflações tubo-timbânicas;
Duches faríngeos.

Imersão Simples:
Efectuado em banheira com água termal parada, em que o Termalista fica submerso. Apenas tirando partido da temperatura utilizada e dos componentes químicos da água.

Aerobanho:
Efectuado em banheira com água termal, em que ao fazer-se passar o ar, proveniente de pequenos orificios do fundo da banheira, torna-se num duche relaxante, que permite uma maior descontracção dos musculos e oxigenação da pele.

Hidromassagem em Banheira:
Efectuado em banheira com água termal, onde o termalista é submetido a uma massagem por finos jactos de água, sob perssão, que saiem das paredes da banheira, controlados electrónicamente consoante o programa desejado e a prescrição médica.

Duche Subaquático em banheira:
Efectuado em banheira com água termal, permite derigir para o Termalista um jacto de água, regulável em pressão que varia entre 0,5 a 7,0 bar e submerso. O jacto será orientado para a zona a tratar sendo os principais efeitos descontracturantes e relaxantes.

Hidromassagem em Piscina:
Efectuado em piscina equipada com postos individuais para hidromassagem, é controlada electronicamente segundo as necessidades de cada Termalista, por jactos colocados na parede da piscina, permitindo incidir em zonas específicas, como cervical, dorsal, lombar, ancas e pernas.


Image Hosted by ImageShack.us
Imagem dos vários tratamentos aos músculos

Hidroginástica:
Efectuado em piscina, sendo também um método de emersão, no entanto permite acrescentar um movimento ao banho, não sendo porm isso uma prática estáctica como as anteriores, mas sim dinâmica. A impulsão da água confere ao Termalista uma sensação de leveza, que lhe facilita a mobilidade e retira carga das articulações dos membros inferiores. Permite verificar um aumento da tonicidade muscular, uma libertação motora, uma sensação de bem-estar.

Duche de Jacto:
Efectuado em cabine própria, permite derigirir para o Termalista um jacto de água termal, regulavel em pressão e temperatura. O jacto será orientado para os musculos, para descontracção destes, provocando um agradavel efeito generalizado de descontracção.

Duche de Leque:
Efectuado em cabine própria, permite dirigir para o Termalista um jacto tamisado regulado em pressão e temperatura. O jacto será orientado para a zona a tratar, provocando um efeito descontracturante.

Duche Vichy:
Efectuado em cabine própria, onde ao Termalista deitado em decúbico ventral e sob duches de água termal é aplicada uma massagem nas costas. Esta técnica junta os efeitos da massagem ao das água termal, sendo por isso eficaz nas contracturas musculares e reumatismos.

Duche Vichy Integral:
Efectuado em cabine própria, onde ao Termalista deitado em decúbito ventral e sob jactos de água termal é aplicada uma massagem na parte posterior das pernas e também nas costas. Esta técnica junta os efeitos da massagem aos da água termal, sendo muito eficaz em contracturas e reumatismos.

Banho de Vapor (Bertholet) Membros:
Efecuado em equipamento especial, onde o termalista coloca os membros em contacto directo com o vapor de água termal. Tirando o máximo partido da temperatura e das qualidades químicas da água termal.

Banho de Vapor (Bertholet) Coluna:
Efectuado em equipamento especial, onde o Termalista fica deitado em decúbito dorsal, o que permite que o vapor de água termal incida sobre a coluna ou parte dela tirando o máximo partido da temperatura e das qualidades químicas da água termal.

Aplicação de Lamas:
Técnica termal, que utiliza substâncias orgânicas e inorgânicas impregnadas em água termal, que depois de aquecidas, são colocadas na zona ou zonas que pretendemos tratar. Esta técnica tira partido da temperatura e das qualidades químicas da água termal.


Preços da Técnicas Termais praticadas nestas termas:

Hidroterapia:

- Ingestão de água - 72,50€ com consulta médica;
- Duches de jacto/ Escocês/ Circular - 6,00€;
- Duche Massagem tipo Vichy - 25,00€;
- Banho de Imersão/ Bolha de ar - 6,00€;
- Banho com duche Subaquático - 7,50€;
- Sauna, Banho Truco - 7,50€;

Fisioterapia:

- Massagens Geral - 47,00€;
- Pressoterapia - 5,50€;

Electroterapia:

- Diatermia (Ondas curtas)/ Ultra-sons - 5,50€.

Para além de cura Termal tradicional são também proporcionados programas específicos, devidamente acompanhados por médicos especializados, tais como:

- Massagem de Relaxamento - 29,00€;
- Emagrecimento
- Manutenção - 72,50€;
- Estética:
- Massagem Facial - 16,00€;
- Exfoliação Corporal e Hidratação - 30,00€
- Envolvimento com algas - 30,00€;

Reflexão:

Os cuidados com o corpo são uma preocupação inerente ao ser humano, mas cada vez mais se manifesta esta tendência. Os problemas corporais estão releccionados com o nosso dia a dia: a carência de exercício físico, alimentação apressada e desequilibrada, o sendentarismo, o comodismo do automóvel, o stress, a poluição a família.
Associados os beneficios das águas termais, uma dieta acompanhado por um nutricionista e os tratamentos de corpo vão ajudar a combater estes problemas.
Mais do que tratar, o melhor é prevenir!

Os resultados são mais rápidos, mais evidentes, prolongam-se durante mais tempo, com vantagem de as pessoas se sentirem sempre em forma!

Imagens do Gerês

Rio Arado
Cabril
Cabril 2
Calcedonia
Geira Romana
Geira Romana 2
Gerês
Laboeiro da Peneda
Parque das Termas
Parque Natural
Pitões Junias
Pitões Junias 2
Serra Laboeiro da Peneda
Barragem
Vilarinho das Furnas

Videos

BTT Ermesinde
Vida Selvagem
Paraíso do BTT
Vilarinho
Gerês
Video da B.D.